Notícia




Prefeito de Poloni avalia 2015


Prefeito de Poloni avalia 2015

Rinaldo Escanferla (Curimba)


Para 2016 o prefeito de Poloni, Rinaldo Escanferla (Curimba) planeja mudança devido ao ano difícil e de muita queda na arrecadação. Ele cogita fechar a prefeitura por um período para cortar os gastos. Curimba afirma que os escândalos no governo federal afetaram a credibilidade e finanças. Acredita que entregará todas as obras até o fim de seu mandato, inclusive as 16 novas casas da CDHU em construção. Já para as eleições, diz que para assumir o cargo no Executivo é preciso ter muita coragem.

Jornal A Voz do Povo: Como o senhor avalia este ano de governo?
Curimba:
Foi um ano difícil, de muita queda de arrecadação, receita muito baixa e que nós vamos ter que fazer no ano de 2016 uma mudança muito grande na área de gastos, pensando até em fechar a prefeitura por um período, abri-la até às 13h. Vamos ter que fazer alguma coisa porque diz que vai cair mais ainda o FPM para o ano que vem.

Jornal A Voz do Povo: As constantes denúncias no governo federal aliada a crise econômica afetaram de que modo a sua administração?
Curimba:
Afetaram na credibilidade e também na parte de finanças, pois cortou tudo. Caiu muito a arrecadação.

Jornal A Voz do Povo: Estaremos iniciando o último ano do atual mandato, em seu município há muitas obras em andamento? Em sua opinião, há tempo hábil para entrega de todas?
Curimba:
Estamos fazendo mais 16 casas da CDHU, creche e vamos dar início a licitação de uma ponte já assinada o convênio. Temos ainda vários convênios para ser assinado, mas não acredito que vá assinar pelo o atual momento. Essas obras serão entregues até o final do meu mandato.

Jornal A Voz do Povo: Quanto as eleições que acontecerão em 2016, qual sua posição?
Curimba:
Está muito difícil para os políticos. A pessoa hoje para ser prefeito tem que ser bem corajosa, devida a corrupção lá em cima (governo federal) que cai sobre a gente. Qualquer coisa já bloqueiam os bens. Ficou difícil assumir o cargo de chefe do Executivo. Tem que ter muita coragem.

Jornal A Voz do Povo: Considerações finais...
Curimba:
Desejamos a todos um feliz Natal e um prospero ano novo e que tomem cuidado com os gastos, inclusive dentro de suas casas, pois as coisas não estão boas, estamos vendo uma crise que só está começando.